Como vencer o medo de fazer exame de sangue

OUTUBRO ROSA
16 de outubro de 2018

Como vencer o medo de fazer exame de sangue

Conheça algumas dicas que podem ajudar a diminuir o medo do exame de sangue!

O exame de sangue é uma das maneiras mais práticas e precisas para a detecção de doenças, infecções e algumas patologias. E Existem algumas formas de contribuir para que o medo diminua, permitindo que o indivíduo possa realizar seus exames periodicamente e garantindo saúde e bem estar. A seguir, confira algumas dicas para vencer o medo de fazer exame de sangue!

Como vencer o medo de realizar exame de sangue

O medo de realizar a coleta de sangue é comum em muitas pessoas. Seja pelo receio da agulha ou fobia do sangue, muitos acabam evitando consultas médicas ou idas a laboratórios para evitar essa situação. 

Contudo, com algumas dicas, é possível diminuir esse receio, permitindo que adulto ou criança consigam superar este obstáculo. Acompanhe a leitura conosco para conhecer algumas técnicas que podem diminuir o medo do exame de sangue.

Tenha o controle dos seus pensamentos

Uma das primeiras dicas é tentar mudar a forma como se vê o exame de sangue. Tentar alterar a maneira como pensamos em algo é uma das melhores técnicas para superar qualquer receio. É preciso corrigir e eliminar pensamentos de que algo ruim acontecerá com o corpo durante a coleta, ou que a agulha cause uma dor maior do que realmente é. 

Assim, a melhor maneira é concentrar a mente em pensamentos positivos, como a importância do exame de sangue para a detecção de doenças, manutenção da saúde e possibilidade de diagnósticos precoces, que contribuem para tratamentos adequados.

Compartilhe seu medo com o profissional 

Muitas vezes, com o auxílio do profissional responsável pela coleta de sangue é possível diminuir o desconforto. Por isso, compartilhe seu medo antes do procedimento acontecer. O profissional saberá como ajudar em situações como essa, devido sua experiência no trabalho.

Além disso, quando compartilhamos nossas inseguranças, elas se tornam mais fáceis de serem superadas. Para evitar também a ansiedade em relação ao começo e final da coleta de sangue, peça ao profissional para avisar quando estiver começando e também quando o exame chegar ao fim.

Esteja acompanhado por um amigo ou familiar

Quando passamos por momentos difíceis, a presença de uma pessoa que amamos acaba sendo muito importante. Para aqueles que sofrem com o medo do exame de sangue, isso não é diferente. Por esse motivo, é uma boa ideia pedir a companhia de um amigo ou familiar sempre que for necessário realizar a coleta.

Assim, você poderá se sentir amparado durante o procedimento, mais confiante e protegido. Você pode pedir para o acompanhante aguardar na recepção ou sala de espera, ou mesmo para entrar com você, caso seja permitido pelo profissional responsável pela coleta do exame.

Outra alternativa é optar pelo exame em domicílio. Atualmente, o Laboratório Diagnóstico realiza esse serviço, garantindo que você possa ficar em ambiente familiar,enquanto coleta sangue.

Desvie o foco durante a coleta

Durante o período da coleta de sangue, outra dica que contribui para diminuir o medo é concentrar-se em algo que está no ambiente, respirando profundamente. Outras técnicas que são válidas para acalmar a mente podem ser utilizadas, como a meditação. 

Ao meditar alguns instantes antes de realizar o exame ou mesmo durante a coleta, é possível diminuir o estresse e a ansiedade do momento, tirando o foco para a picada da agulha. Outra dica importante é evitar olhar para o procedimento enquanto ele é realizado. A quantidade de sangue retirada pode causar mal-estar para muitas pessoas.

Procure um laboratório de confiança

Ainda que as dicas anteriores sejam importantes para ajudar a diminuir o medo no exame de sangue, é fundamental buscar um laboratório de análises com boa referência, como o Laboratório Diagnóstico. Afinal, assim você poderá ter segurança, conforto e qualidade durante o procedimento, fatores que também contribuem para vencer o medo.

Busque um laboratório com profissionais treinados e capacitados para realizar um atendimento humanizado, que ajude a minimizar a ansiedade e também a necessidade de passar por novos exames, como o realizado pelo Laboratório Diagnóstico.

E em relação às crianças? O que fazer?

O medo das crianças em relação ao exame de sangue muitas vezes existe pelo que ainda não aconteceu. Ao observar o local e equipamento para a coleta, é natural que a criança sinta desconforto e associe o exame com vacinas, injeções ou coletas de sangue anteriores, situações que podem causar dores e traumas quando não realizadas da forma correta. 

Por isso, é importante que a criança entenda tudo o que vai acontecer, para não ser pega de surpresa e crie ainda mais receio. As dicas mais indicadas para pais e responsáveis no momento da coleta de sangue em crianças são:  

  • Explicar como o exame será feito e que também será rápido;
  • Manter-se perto, acalmando e distraindo a criança durante a coleta;
  • Permitir que a criança chore, sem repreendê-la por isso;
  • Reconhecer a bravura com algo lúdico, oferecendo recompensas pela sua coragem. Aqui no Laboratório Diagnóstico, o seu pequeno ganha um certificado de coragem.

Você pôde conferir na leitura de hoje como o medo do exame de sangue é comum entre adultos e crianças. Entretanto, pode ser driblado com algumas dicas, de modo a permitir o bom andamento dos testes para diagnósticos de doenças e infecções. Além disso, escolher uma instituição como o Laboratório Diagnóstico, com profissionais capacitados, atendimento humanizado e de qualidade, é a melhor forma de garantir que o medo diminua cada vez mais.